Publicações

As forças do amor

13 de dezembro de 2016
Ghediel Hemydio
As causas das folhas secas
Das ilusões
Do abraço apertado
Dos versos de canções
Das lágrimas de um aperto
Esperando pela bondade
O enxugar pelo tempo
 
Ainda não sou um anjo com asas
Mas posso caminhar na madrugada
Por forças maiores do que eu
Que através da jornada
Em mim permaneceu
 
As forças do amor
Que se movem em mim
Libertam flores e dores para sempre
As forças do amor
Que se movem em mim
Mostram que marcas
Não duram eternamente
As forças do amor
Que percebo em mim
Que sinto em mim
Que vejo em mim
As forças do amor
 
Imerso em meio a sonhos bons
Confundindo-os com supostos dons
Os dias esperam momentos perfeitos
Ou simplesmente você
Descansar em meu peito
 
Ainda não sou um anjo com asas
Mas posso caminhar na madrugada
Por poderes maiores do que eu
Que através do tempo
Em mim prevaleceu
 
As forças do amor
Que se movem em mim
Libertam flores e dores para sempre
As forças do amor
Que se movem em mim
Mostram que marcas
Não duram eternamente
As forças do amor
Que percebo em mim
Que sinto em mim
Que vejo em mim
As forças do amor
 
(As forças do amor que se movem em mim, te perdoa para sempre!)

Comente essa publicação

Comentários

Carmen

30 de julho de 2018

Maravilhosa poesia, linda maneira de falar do perdão.

Aline

21 de julho de 2018

Amei, está de parabéns.