Publicações

Poesia

15 de setembro de 2015
Ghediel Hemydio
Busco desvendar seus versos de amor
Decifrar as poesias do seu humor
Saber o sentido de cada figura
Escrever os detalhes da beleza sua
Aprender a invadir seu ego
E te ter em tudo que espero
 
Escrevo para você tudo o que sinto
Do amor carente ao bandido
Detalho nossa cede um do outro
As rimas do contorno do nosso corpo
 
Embrulhou tudo de momento
Amassou cada um por sentimento
Rabiscou todos em cima do armário
Poupou nem mesmo o diário
 
Cada poesia que acalma o ser
Aflorar meus versos fará me merecer
Desejei mesmo assim usar o punho
Escrevo sempre para ti sem rascunho
 
Aprendi o sentimento de querer
Pelas leituras da beleza do seu ser
Desvendei cada letra do desejo de ter
E descobrir que a poesia da vida é você

Comente essa publicação